sábado, 10 de outubro de 2009

13. SAGU DE VINHO TINTO C/ CREME DE BAUNILHA + MOSCATEL

Olá amantes do MMV (Maravilhoso Mundo dos Vinhos)!

Trago para vocês uma deliciosa harmonização entre uma SOBREMESA (Sagu de vinho tinto com creme de baunilha - disponibilizada com todo carinho por minha amada esposa) e um VINHO muito bom, suave e de custo acessível (Salton Moscatel). Primeiro vamos anotar a receita da sobremesa, em seguida, passarei minha impressão quando experimentei essa harmonização usando o vinho mencionado.

RECEITA: Sagu de vinho tinto com creme de baunilha

Tempo de preparo: 45 minutos

Calorias em cada porção: 491.

Ingredientes para o Sagu:

- 8 xícaras de água;

- 4 cravos-da-índia;

- 1 pedaço de canela em pau;

- 1 xícara de sagu;

- 3 xícaras de vinho tinto seco;

- 1 xícara de açúcar;

Ingredientes para o Creme de Baunilha:

- 2 colheres (sopa) de amido de milho;

- 500ml de leite;

- 2 gemas;

- 6 colheres (sopa) de açúcar/

- ½ xícara de creme de leite fresco;

- 1 colher (chá) de essência de baunilha;

Modo de Preparo:

- Em uma panela, leve a água o cravo e a canela ao fogo médio até ferver. Adicione o sagu e cozinhe por 25 minutos, mexendo sempre. Junte o vinho tinto e deixe cozinhar por mais dez minutos ou até o sagu ficar transparente. Acrescente o açúcar e cozinhe por mais cinco minutos. Transfira para uma tigela e deixe esfriar. Leve para gelar por três horas. Prepare o creme em uma tigela, dissolva o amido de milho no leite, junte as gemas, o açúcar e o creme de leite. Passe por uma peneira, adicione a baunilha e leve ao fogo baixo em uma panela, mexendo sempre, por três minutos ou até ferver. Retire do fogo e continue mexendo até amornar. Leve para gelar por três horas. Sirva o sagu com o creme. Rendimento: 6 porções.

NOTAS DA HARMONIZAÇÃO: após provar essa deliciosa sobremesa, ainda sentindo o leve aroma de vinho tinto misturado com o sabor maravilhoso do creme de baunilha, o espumante Salton Moscatel deu um toque especial que faltava para fechar com chave de ouro esse momento. Ao provar do Salton Moscatel, o doce da sobremesa ficou mais agradável na boca e o espumante fornecia uma percepção mais clara de seus aromas: gengibre, maça e cidreira. Deve-se servir o Salton Moscatel numa temperatura entre 8 a 10 graus.

Vale a pena experimentar!


Abraços e boa tarde!

ADRIANO ZANINI


Faça comentários no blog ou envie suas dúvidas/sugestões para:




PRÓXIMA POSTAGEM: 14/10/2009 (QUARTA)
ASSUNTO: GRANDES PRODUTORES CHILENOS
PERIODICIDADE DAS POSTAGENS: QUARTAS (NOITE) E SÁBADOS (MANHÃ).

Um comentário:

  1. Zanini, meu caro, vou testar essa receita... Pareceu-me um néctar

    ResponderExcluir